Livro - Mensagens Escolhidas - Volume 1 | Ellen G. White Books

Mensagens Escolhidas - Volume 1

CAPÍTULO 8

Pronto a Gastar e a Deixar-se Gastar

ME1 - Pag. 86  

Aquele que amar supremamente a Deus e ao próximo como a si mesmo, trabalhará com a constante compreensão de que é um espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens. Tornando a vontade de Deus sua própria vontade, revelará na própria vida o poder transformador da graça de Cristo. Em todas as circunstâncias da vida, tomará como guia o exemplo de Cristo.

Todo fiel e abnegado obreiro de Deus está disposto a gastar e deixar-se gastar por amor dos outros. Cristo diz: "Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo aborrece a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna." João 12:25. Mediante diligentes, refletidos esforços para ajudar onde é necessário o auxílio, o verdadeiro cristão mostra seu amor para com Deus e seus semelhantes. Pode perder a vida no serviço. Mas quando Cristo vier buscar Suas jóias para Si, tornará a achá-la.

Meus irmãos e irmãs, não gasteis grande soma de dinheiro e de tempo com o próprio eu, por amor da aparência. Os que assim fazem são obrigados a deixar por fazer muitas coisas que seriam de conforto para outros, transmitindo um cálido clarão a seu espírito fatigado. Necessitamos todos aprender a aproveitar mais fielmente as oportunidades que tantas vezes nos vêm para levar luz e esperança à vida dos outros. Como podemos nós aproveitar essas oportunidades se nossos pensamentos se acham centralizados no próprio eu? Aquele que é egocêntrico perde inúmeras oportunidades para fazer aquilo que haveria trazido bênçãos aos outros e a ele próprio. É o dever do servo de Cristo, em toda circunstância, perguntar-se a


ME1 - Pag. 87  

si mesmo: "Que posso fazer para ajudar a outros?" Havendo feito tudo a seu alcance, deve deixar as conseqüências com Deus.

Desejo viver de maneira que, na vida futura eu possa sentir que fiz nesta vida o que me era possível. Deus providenciou para cada um prazeres que podem ser fruídos igualmente por ricos e pobres - os prazeres experimentados no cultivo da pureza de pensamento e na abnegada ação; os prazeres que provêm de proferir palavras de simpatia e de praticar atos de bondade. Irradia dos que realizam tal serviço a luz de Cristo para aclarar vidas obscurecidas por muitas sombras.

Deus é desonrado quando deixamos de dizer claramente a verdade uns aos outros. Devemos, porém, dizer a verdade em amor, pondo ternura e benevolência em nossa voz.

Os perigos dos últimos dias estão a alcançar-nos. Os que vivem para agradarem-se e satisfazerem-se a si mesmos estão desonrando ao Senhor. Ele não pode operar por intermédio deles, pois O representariam mal perante os que são ignorantes da verdade. Cuidai muito em não impedir, por desavisado gasto de meios, a obra que o Senhor quereria que fosse feita na proclamação da mensagem de advertência a um mundo que jaz na iniqüidade. Dai consideração à economia, cortando vossas despesas pessoais aos mais reduzidos algarismos. De todos os lados as necessidades da causa de Deus exigem auxílio. Deus talvez veja que estais nutrindo o orgulho. Talvez veja que é necessário retirar-vos bênçãos que, em vez de aproveitar, tendes usado para satisfação de orgulho egoísta. ...

Auxílio em Todo Tempo de Necessidade

Aqueles que estão trabalhando em lugares em que a obra foi iniciada não há muito, encontrar-se-ão muitas vezes em grande necessidade de um pouco mais de conforto. Sua obra parecerá ser estorvada por falta desses meios; não se aflijam, porém. Levem eles todo o assunto ao Senhor era oração. Quando tentando estabelecer a obra em novo território, chegamos muitas


ME1 - Pag. 88  

vezes ao limite de nossos recursos. Ocasiões, parecia como se não pudéssemos ir mais longe. Mas continuamos a enviar às cortes celestes nossas petições, abnegando-nos sempre; e Deus ouviu e respondeu a nossas orações, enviando-nos meios para o avançamento da obra.

Deponde todo cuidado aos pés do Redentor. "Pedi, e recebereis." João 16:24. Trabalhai, e orai, e crede de todo o coração. Não espereis até que o dinheiro vos esteja nas mãos antes de fazer alguma coisa. Avançai pela fé. Deus declarou que a bandeira da verdade deve ser firmada em muitos lugares. Aprendei a crer, enquanto pedis auxílio a Deus. Exercei abnegação; pois toda a vida de Cristo aqui na Terra foi uma vida de abnegação. Ele veio para mostrar-nos o que nos cumpre ser e fazer a fim de obter a vida eterna.

Fazei o máximo ao vosso alcance, e então esperai, paciente, esperançosa, alegremente, porque a promessa de Deus não pode falhar. O fracasso sobrevém porque muitos dos que podiam pôr seus meios em circulação para o avançamento da causa de Deus têm falta de fé. Quanto mais tempo eles retiverem os meios, tanto menos fé hão de ter. Eles são construtores de barreiras, que retardam terrivelmente a obra de Deus.

Caros coobreiros, sede fiéis, esperançosos, heróicos. Seja todo golpe dado por fé. Ao fazerdes o que estiver ao vosso alcance, o Senhor vos retribuirá a fidelidade. Tirai, da fonte doadora de vida, energia física, mental e espiritual. Varonilidade, feminilidade - santificada, purificada, refinada, enobrecida - temos a promessa de receber. Necessitamos aquela fé que nos habilitará a resistir ver Aquele que é invisível. Ao fixardes nEle o olhar, encher-vos-eis de profundo amor pelas almas por quem Ele morreu, e recebereis forças para renovado esforço.

Cristo é nossa única esperança. Vinde a Deus no nome dAquele que deu a vida pelo mundo. Descansai na eficácia de Seu sacrifício. Mostrai que Seu amor, Sua alegria, se encontram em vossa alma, e que por isso é completa a vossa alegria. Basta de falar de incredulidade. Em Deus está a nossa força. Orai muito. A oração é a vida da alma. A oração da fé é a arma pela qual podemos resistir com êxito a todo assalto do inimigo. Manuscrito 24, 1904.

<< Capítulo Anterior Próximo Capítulo >>