Livro - Mensagens Escolhidas - Volume 1 | Ellen G. White Books

Mensagens Escolhidas - Volume 1

CAPÍTULO 3

Atitudes Para com os Testemunhos

ME1 - Pag. 40  

Uma Antiga Declaração

Vi o estado de alguns que estavam na verdade presente, mas menosprezavam as visões - o meio escolhido por Deus para ensinar em alguns casos, os que se desviavam da verdade bíblica. Vi que batendo contra as visões eles não batiam contra o verme - o débil instrumento pelo qual Deus falava - mas contra o Espírito Santo. Vi que era pequena coisa falar contra o instrumento, mas que era perigoso menosprezar as palavras de Deus. Vi que se eles estavam em erro e Deus preferia mostrar-lhes seus erros mediante visões, e eles desconsideravam os ensinos de Deus por intermédio delas, seriam deixados a seguir sua própria direção, e correr no caminho do erro, e pensar que estavam direitos, até que o verificassem quando fosse tarde demais. Então, no tempo de angústia ouvi-os clamar a Deus em agonia. "Por que não nos mostraste nosso erro, para que nos pudéssemos haver endireitado e estar preparados para este tempo?" Então um anjo apontou para eles, e disse: "Meu Pai ensinou, mas não quisestes ser ensinados. Falou mediante visões, mas menosprezastes Sua voz, e Ele vos abandonou aos vossos próprios caminhos, para vos saciardes de vossos próprios feitos." Broadside, To Those Who Are Receiving the Seal of the Living God, 31 de janeiro de 1849.


ME1 - Pag. 41  

Instruções Confiáveis Para os Últimos Dias

Profusão de influência moral nos tem sido trazida na última metade do século. Por meio de Seu Santo Espírito a voz de Deus nos tem vindo continuamente em advertências e instruções, para confirmar a fé dos crentes no Espírito de Profecia. Tem vindo repetidamente a ordem: Escreve as coisas que te tenho dado para confirmar a fé de Meu povo na atitude que eles tomaram. O tempo e a provação não anularam as instruções dadas, mas através de anos de sofrimento e sacrifício têm estabelecido a verdade do testemunho comunicado. As instruções dadas nos primeiros tempos da mensagem, devem ser conservadas como instruções dignas de confiança para se seguirem nesses seus dias finais. Os que são indiferentes a esta luz e instrução não precisam esperar escapar aos laços que, temos sido claramente avisados, hão de fazer com que os rejeitadores da luz tropecem e caiam, e sejam enlaçados, e presos. Caso estudemos cuidadosamente o segundo capítulo de Hebreus, saberemos quão importante é que nos apeguemos firmemente a todo princípio da verdade que tem sido dado. Review and Herald, 18 de julho de 1907.

Várias Atitudes Enumeradas

Em breve serão feitos todos os esforços possíveis para desmerecer e perverter a verdade dos testemunhos do Espírito de Deus. Precisamos ter de prontidão as mensagens claras, exatas que têm vindo desde 1846 ao Seu povo.

Haverá pessoas que outrora se uniram conosco na fé, as quais buscarão doutrinas novas e estranhas, qualquer coisa singular e sensacional para apresentar ao povo. Eles introduzirão todos os enganos concebíveis, e apresentá-los-ão como vindos da Sra. White, para que possam iludir as almas. ...

Os que têm tratado os esclarecimentos dados pelo Senhor como coisas comuns, não serão beneficiados pelas instruções apresentadas.

Haverá pessoas que interpretarão mal as mensagens dadas por Deus, segundo sua própria cegueira espiritual.

Alguns desistirão da fé, e negarão a verdade das mensagens, apontando-as como falsidades.


ME1 - Pag. 42  

Alguns as apontarão ao ridículo, trabalhando contra a luz que Deus tem estado a comunicar por anos, e alguns que são fracos na fé serão assim transviados.

Outros, porém, receberão grande auxílio das mensagens. Conquanto não lhes sejam individualmente dirigidas, receberão as correções, e serão levados a fugir dos males aí especificados. ... O Espírito do Senhor estará nas instruções, e as dúvidas existentes em muitos espíritos serão banidas. Os próprios testemunhos serão a chave que explicará as mensagens dadas, como texto escriturístico é explicado por texto escriturístico. Muitos lerão com ansiedade as mensagens que reprovam o erro, para que aprendam o que hajam de fazer para serem salvos. ... A luz raiará no entendimento, e o Espírito impressionará a mente, à medida que a verdade bíblica é clara e singelamente apresentada nas mensagens que Deus tem estado a mandar a Seu povo desde 1846. Essas mensagens devem encontrar seu lugar nos corações, e operar-se-ão transformações. Carta 73, 1903.

Perigos de Dissecar Mensagens Inspiradas

Alguns sentam-se a julgar as Escrituras, declarando que esta ou aquela passagem não é inspirada, pelo fato de ela não impressionar favoravelmente seu espírito. Eles não as podem harmonizar com suas idéias de filosofia e ciência, "falsamente chamada". I Tim. 6:20. Outros por motivos diversos põem em dúvida porções da Palavra de Deus. Assim muitos andam cegamente por onde o inimigo prepara o caminho. Ora, não é da alçada de homem algum proferir sentença sobre as Escrituras, julgar ou condenar qualquer porção da Palavra de Deus. Quando alguém se atreve a fazer isto, Satanás criará para ele respirar uma atmosfera que lhe tolherá o desenvolvimento espiritual. Quando um homem se sente tão sábio que ousa dissecar a Palavra de Deus, sua sabedoria, para com Deus, é considerada loucura. Quando ele souber mais, reconhecerá que tem tudo a aprender. E sua primeira lição é tornar-se dócil. "Aprendei de Mim", diz o grande Mestre, "que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas." Mat. 11:29.

Vós que vos tendes estado a educar a vós mesmos e aos outros no espírito de crítica e acusação, lembrai-vos de que estais


ME1 - Pag. 43  

imitando o exemplo de Satanás. Quando serve ao vosso desígnio, tratais os Testemunhos como se neles crêsseis, citando trechos deles para reforçar qualquer declaração em que desejais prevalecer. Como é, porém, quando o esclarecimento é dado para corrigir-vos os erros? Aceitais a luz? Quando os Testemunhos falam contrariamente às vossas idéias, então os tratais com desprezo.

Não fica bem a pessoa alguma soltar uma palavra de dúvida aqui e ali, a qual opere como veneno em outros espíritos, abalando-lhes a confiança nas mensagens que Deus tem dado, as quais têm ajudado a pôr o fundamento desta obra, e a tem assistido até ao presente, com reprovações, advertências, correções, e encorajamentos. A todos quantos se têm colocado no caminho dos Testemunhos, eu quero dizer: "Deus deu uma mensagem a Seu povo, e Sua voz será ouvida, quer ouçais, quer não. Vossa oposição não me tem causado dano; vós, porém, tendes de prestar contas ao Deus do Céu, que tem enviado essas advertências e instruções para guardar Seu povo no caminho certo. Tereis de responder-Lhe, a Ele, por vossa cegueira, por serdes uma pedra de tropeço no caminho dos pecadores.

"À lei e ao Testemunho: se não falarem segundo esta palavra, é porque não têm iluminação." Isa. 8:20, Versão Trinitariana A própria obra do Espírito Santo no coração deve ser provada pela Palavra de Deus. O Espírito que inspirou as Escrituras, leva sempre às Escrituras. General Conference Daily Bulletin, 13 de abril de 1891.

Mensagens Inspiradas mal Aplicadas

Um homem, por nome B, veio todo o caminho de Michigan com uma mensagem especial para a irmã White. Disse que a irmã White fora designada por Deus para tomar o lugar ocupado por Moisés, e que ele, B, devia ocupar a posição de Josué. Assim a obra devia ser levada avante. A obra da irmã White devia ser ligada a sua obra, e devíamos proclamar a verdade com poder.

Esse homem tomou a liberdade, como muitos outros têm feito, de misturar grande porção das Escrituras com sua


ME1 - Pag. 44  

mensagem, citando passagens que aplicava aos adventistas do sétimo dia. Durante minha ligação com a obra têm-se levantado muitos homens como esse. Eles escolhiam e arranjavam textos que tornavam aplicáveis ao povo de Deus. O Sr. B leu com voz alta e forte as passagens que escolhera, declarando que se aplicavam a nós, como um povo. Disse que eu devia ver que ele tinha razão; pois não era a Bíblia que ele estava lendo?

"Bem", disse eu, escolhestes e arranjastes os textos uns com os outros, mas como muitos outros que se ergueram como vós, estais torcendo as Escrituras, interpretando-as de modo a significarem isto e aquilo, quando sei que elas não se aplicam como as aplicastes.

"Vós, ou qualquer outra pessoa iludida, poderia arranjar, e mandar arranjar certos textos de grande força, aplicando-os segundo vossas próprias idéias. Qualquer pessoa poderia desvirtuar e aplicar mal a Palavra de Deus, acusando pessoas e coisas, e então achar que os que recusaram receber sua mensagem haviam rejeitado a mensagem de Deus, e decidiram seu destino para a eternidade."...

Pelas várias cartas que me têm chegado, vejo que quando homens assim como B, pretendendo ser enviados por Deus, vão aos que se acham mais ou menos isolados de nosso povo, essas almas estão prontas a pegar qualquer coisa que pareça ser de origem celeste. Chegam-me cartas suplicando uma resposta; sei que muitos homens tomam os testemunhos que o Senhor tem dado, e aplicam-nos como lhes parece que deviam ser aplicados, pegando uma sentença aqui e ali, tirando-a de sua devida ligação, e aplicando-a segundo sua idéia. Assim ficam pobres almas perplexas quando, pudessem elas ler em ordem tudo quanto foi dado, veriam a verdadeira aplicação, e não ficariam confundidas. Muita coisa que pretende ser mensagem da irmã White, serve ao desígnio de representar mal a irmã White, fazendo-a testificar em favor de coisas que não estão em harmonia com seu espírito ou juízo. Isto torna sua obra muito probante. Voam notícias de uns para outros acerca do que a irmã White disse. Cada vez que essa notícia é repetida, vai aumentando. Se a irmã White tem alguma coisa a dizer,


ME1 - Pag. 45  

deixai-a dizê-la. Ninguém é chamado a ser porta-voz da irmã White. ... Tende a bondade de deixar a irmã White apresentar sua própria mensagem. Ela virá com mais graça da parte dela do que de alguém que a cite. Manuscrito 21, 1901.

Duvidar dos Testemunhos

Quando encontrardes homens pondo em dúvida os testemunhos, criticando-os, e procurando desviar o povo de sua influência, estai certos de que Deus não está operando por meio deles. É outro espírito. Dúvidas e incredulidades são acariciadas pelos que não andam ponderadamente. Têm uma dolorosa consciência de que sua vida não resiste à prova do Espírito de Deus, quer falando pela Sua Palavra, quer mediante os testemunhos de Seu Espírito que os leve a Sua Palavra. Em vez de começar com o próprio coração, e pondo-se em harmonia com os puros princípios do evangelho, criticam, e condenam o próprio meio que Deus escolheu para preparar um povo que subsista no dia do Senhor.

Venha algum cético que não esteja disposto a conformar sua vida pela regra bíblica, que busque obter o favor de todos, e quão pronto a classe que não está em harmonia com a obra de Deus é chamada a sair! Os convertidos, e fundamentados na verdade, não encontrarão coisa alguma agradável ou proveitosa na influência ou ensino de tais pessoas. Os defeituosos de caráter, porém, cujas mãos não são puras, cujo coração não é santo, cujos hábitos de vida são frouxos, que são grosseiros em casa, ou infiéis nos negócios - todos esses certamente acharão prazer nos novos sentimentos apresentados. Todos podem ver, se quiserem, a verdadeira medida do homem, a natureza de seu ensino, pelo caráter de seus seguidores.

Os que mais têm a dizer contra os testemunhos são em geral os que não os leram, da mesma maneira que os que se gabam de sua incredulidade na Bíblia são os que têm pouco


ME1 - Pag. 46  

conhecimento de seus ensinos. Sabem que eles os condenam, e sua rejeição por parte deles dá-lhes um sentimento de segurança em sua direção pecaminosa.

O Fascinante Poder do Erro

Há no erro e na incredulidade algo que confunde e fascina a mente. Questionar e duvidar e nutrir incredulidade a fim de escusar-nos a nós mesmos de afastar-nos do caminho reto é coisa muito mais fácil do que purificar a alma mediante a crença na verdade, e a obediência à mesma. Quando, porém, melhores influências induzem uma pessoa a desejar voltar, ela se encontra tão emaranhada numa tal rede de Satanás - como a mosca na teia de aranha - que lhe parece desesperada tarefa, e raramente se recupera do laço a ela armado pelo astuto inimigo.

Havendo uma vez os homens admitido dúvida e incredulidade quanto aos testemunhos do Espírito de Deus, são fortemente tentados a aderir às opiniões que confessaram aos outros anteriormente. Suas teorias e noções se fixam sobre a mente como uma nuvem sombria, excluindo todo raio de indicação em favor da verdade. As dúvidas com que condescenderam por causa de ignorância, de orgulho, de amor a práticas pecaminosas, firmam na alma cadeias que raramente se quebram. Cristo, e Ele tão-somente pode dar o poder necessário para isso.

Os testemunhos do Espírito de Deus são dados para dirigir os homens a Sua Palavra, que tem sido negligenciada. Ora, se suas mensagens não são ouvidas, o Espírito Santo é excluído da alma. Que outro meio tem Deus em reserva para atingir os errantes, e mostrar-lhes sua verdadeira condição?

As igrejas que têm nutrido influências que diminuem a fé nos testemunhos, são fracas e vacilantes. Alguns pastores estão trabalhando para atrair o povo para si mesmos. Quando é feito um esforço para corrigir qualquer erro nesses pastores, eles resistem com independência, e dizem: "Minha igreja aceita meu trabalho."

Jesus disse: "Todo aquele que faz o mal aborrece a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas." Muitos há hoje seguindo idêntica direção. Acham-se


ME1 - Pag. 47  

especificados nos testemunhos os próprios pecados de que eles são culpados; assim, não têm desejo de os ler. Uns há que desde sua mocidade têm recebido advertências e reprovações por meio dos testemunhos; têm, porém, andado na luz e se reformado? - Não, absolutamente. Condescendem ainda com os mesmos pecados; têm os mesmos defeitos de caráter. Esses males mancham a obra de Deus, e deixam suas marcas nas igrejas. A obra que o Senhor queria fazer para pôr as igrejas em ordem, não é feita, porque os membros - e em especial os dirigentes do rebanho - não queriam ser corrigidos.

Muito homem professa aceitar os testemunhos, ao passo que estes não exercem influência alguma sobre sua vida ou caráter. Suas faltas tornam-se mais fortes pela condescendência, até que, havendo sido muitas vezes reprovado e não dando ouvidos à reprovação, perde o poder do domínio próprio, e torna-se endurecido no proceder mal. Se está extenuado, se lhe sobrevém fraqueza, não tem força moral para erguer-se acima das fraquezas de caráter que não venceu; elas se tornam seus pontos mais fortes e é vencido por elas. Levai-o então à prova, e perguntai: "Não reprovou Deus esse aspecto em seu caráter pelos testemunhos anos atrás?" Ele responderá: "Sim, recebi um testemunho escrito dizendo que eu estava errado nessas coisas." "Por que, então, não corrigiu esses maus hábitos?" "Pensei que o reprovador devia haver-se enganado; aquilo que eu podia ver, aceitei; o que não podia ver, disse que devia ser a opinião da pessoa que dava a mensagem. Não aceitei a repreensão."

Em alguns casos, as próprias faltas de caráter que Deus queria que Seus servos vissem e corrigissem, mas que eles se recusaram a ver, custaram a vida a esses homens. Eles poderiam ter vivido para serem veículos de luz. Deus queria que vivessem, e mandou-lhes instruções em justiça, para que conservassem suas faculdades físicas e mentais para fazerem serviço aceitável para Ele; e houvessem eles aceitado o conselho de Deus, e se tornado de todo aquilo que Ele queria que fossem, haveriam sido trabalhadores capazes para o avançamento da verdade, homens que se haveriam colocado alto na afeição e na confiança de nosso povo. Estão, porém, dormindo na


ME1 - Pag. 48  

sepultura, porque não viram que Deus os conhecia melhor que eles próprios. Seus pensamentos não eram os pensamentos deles, nem Seus caminhos os seus caminhos. Esses homens unilaterais moldaram a obra onde quer que trabalhassem. As igrejas sob sua direção foram grandemente enfraquecidas.

Deus reprova os homens porque os ama. Quer que sejam fortes em Sua força, que possuam mentes bem equilibradas e caráter simétrico; então, eles serão exemplos ao rebanho de Deus, guiando-os pelo preceito e pelo exemplo para mais perto do Céu. Então edificarão a Deus um santo templo. Manuscrito 1, 1883.

Pesquisando os Testemunhos em Busca de uma Desculpa

Alguns que não estão dispostos a receber a luz, mas que preferem andar nos caminhos de sua própria escolha, pesquisarão os testemunhos para neles buscar alguma coisa que anime o espírito de incredulidade e desobediência. Assim se introduzirá um espírito de desunião; pois o espírito que os dirige a criticar os testemunhos há de conduzi-los também a observar seus irmãos para encontrar neles alguma coisa a condenar. Manuscrito 73, 1908.

O Último Engano de Satanás

Satanás está... continuamente forcejando por introduzir o falso - para afastar da verdade. O derradeiro engano de Satanás será anular o testemunho do Espírito de Deus. "Não havendo profecia, o povo se corrompe" (no inglês, "o povo perece"). Prov. 29:18. Satanás operará habilmente de várias maneiras e por diferentes instrumentalidades, para perturbar a confiança do povo remanescente de Deus no verdadeiro testemunho. Carta 12, 1890.

Será ateado contra os testemunhos um ódio satânico. A operação de Satanás será perturbar a fé das igrejas neles, por esta razão: Ele não pode achar caminho tão fácil para introduzir seus enganos e prender almas em suas mentiras se as advertências e repreensões e conselhos do Espírito de Deus forem atendidos. Carta 40, 1890.

<< Capítulo Anterior Próximo Capítulo >>