Livro - Conselhos Sobre o Regime Alimentar | Ellen G. White Books

Conselhos Sobre o Regime Alimentar

CAPÍTULO 11

Extremos no Regime Alimentar

CRA - Pag. 195  

Importância de um Procedimento Coerente

Muitos dos pontos de vista mantidos pelos adventistas do sétimo dia diferem vastamente dos mantidos pelo mundo em geral. Os que defendem uma verdade impopular devem, mais que todos os outros, procurar ser coerentes em seu viver. Não devem procurar ver quão diferentes podem ser dos outros, mas sim quanto podem aproximar-se daqueles que eles desejam influenciar, a fim de que possam ajudá-los a chegar às posições que eles mesmos tanto prezam. Tal procedimento recomendará as verdades que sustentam.

Os que defendem a reforma no regime alimentar devem, pela maneira em que provêem a sua própria mesa, apresentar sob o melhor prisma as vantagens da reforma de saúde. Devem exemplificar os seus princípios de tal modo que a recomendem ao juízo das pessoas sinceras.

Existe uma classe numerosa que rejeitará qualquer movimento de reforma, por muito razoável que seja, se porventura impõe restrições ao apetite. Eles consultam o paladar, em vez da razão e das leis da saúde. Desta classe, todos os que deixam o trilho batido do costume e defendem uma reforma sofrerão oposição, e serão considerados radicais, por mais coerente que seja o seu modo de proceder. Ninguém deve, porém, permitir que a oposição ou o ridículo o afastem da obra da reforma, ou o levem a considerá-la levianamente. Quem estiver possuído do espírito que atuava em Daniel, não será estreito nem presumido, mas será firme e decidido em defender o direito. Em todas as suas associações, quer com seus irmãos quer com outros, não se desviará do princípio, enquanto ao mesmo tempo não deixará de manifestar uma paciência nobre e cristã. Se os que defendem a reforma de saúde levam a questão a extremos, não será de admirar que o povo se aborreça. Muitas vezes nossa fé religiosa é desta maneira levada ao descrédito, e em muitos casos os que testemunham mostras de incoerência, nunca mais


CRA - Pag. 196  

serão levados a pensar que haja na reforma qualquer coisa de bom. Esses extremistas causam, em poucos meses, mais dano do que podem desfazer em toda uma vida. Empenham-se em uma obra que Satanás se apraz em ver prosseguir.

Duas classes têm-me sido apresentadas: primeira, os que não estão vivendo à altura da luz que Deus lhes deu; segunda, os que são rígidos demais em levar a cabo suas idéias unilaterais acerca da reforma e impô-las aos outros. Quando assumem uma atitude, nela permanecem obstinadamente, ultrapassando quase sempre os limites.

A primeira classe adotou a reforma porque alguém a adotou. Não obtiveram por si mesmos uma compreensão clara de seus princípios. Muitos dos que professam a verdade receberam-na porque outros a receberam, e nunca souberam dar a razão de sua fé. Por isso é que são tão instáveis. Em vez de pesar seus motivos à luz da eternidade, em vez de obter um conhecimento prático dos princípios que motivam todas as suas ações, em vez de cavarem até ao fundo e construírem por si mesmos sobre alicerces verdadeiros, andam à luz da tocha de outros, e por certo fracassarão.

A outra classe assume pontos de vista errados acerca da reforma. Adotam regime escasso demais. Vivem com alimento de qualidade pobre, preparado sem atenção ao nutrimento do organismo. É importante que o alimento seja preparado com cuidado, de modo que o apetite, se não estiver pervertido, possa ter prazer nele.

Pelo fato de nós, por princípio, rejeitarmos o uso dos alimentos que irritam o estômago e destroem a saúde, nem por isso devemos dar idéia que seja de pouca conseqüência o que comemos. Não recomendo um regime empobrecido. Muitos que necessitam dos benefícios de um viver saudável, e por motivos de consciência adotam aquilo que julgam ser assim, enganam-se supondo que um cardápio pobre, preparado sem esforço, e consistindo na maior parte de mingaus e bolinhos de farinha, pesados e mal assados, seja um regime reformado. Alguns usam leite com grande quantidade de açúcar no mingau, julgando que estão praticando a reforma de saúde. Mas o açúcar e leite juntos são susceptíveis de causar fermentação


CRA - Pag. 197  

no estômago, e são, assim, prejudiciais. O livre uso de açúcar em qualquer forma tende a obstruir o organismo, e não raro é causa de doença. Alguns pensam que só devem comer determinada quantidade, e de determinada qualidade, e limitar-se a duas ou três espécies de alimento. Mas comendo quantidade demasiado pequena, e não da melhor qualidade, não recebem nutrição suficiente. ...

Idéias estreitas, e exagero em pequenos detalhes, têm sido grande mal para a causa da reforma de saúde. É possível fazer tal esforço para economizar no preparo do alimento que, em vez de ser um regime saudável, torna-se um regime de miséria. Qual o resultado? - Sangue pobre. Já vi vários casos de doença de cura dificílima, devidos a um regime insuficiente. As pessoas assim doentes não foram levadas pela pobreza a adotar um regime insuficiente, mas isso fizeram para executar suas idéias errôneas acerca do que constitui a reforma de saúde. Dia a dia, refeição após refeição, os mesmos pratos eram preparados, sem variação, até que resultaram a dispepsia e debilidade geral. Christian Temperance and Bible Hygiene, pág. 55.

Idéias Erradas Acerca da Reforma

Nem todos quantos professam crer na reforma dietética, são realmente reformadores. Para muitas pessoas a reforma consiste meramente em rejeitar certos artigos prejudiciais. Não compreendem claramente os princípios da saúde, e sua mesa ainda carregada de iguarias nocivas, está longe de ser um exemplo da temperança e moderação cristãs.

Outra classe, em seu desejo de dar bom exemplo, vai para o extremo oposto. Alguns não podem obter os alimentos mais desejáveis, e em lugar de usar aqueles que melhor lhes supririam a falta, adotam um regime pobre. Sua alimentação não fornece os elementos necessários a formar um bom sangue. Sua saúde sofre, é prejudicada a sua utilidade, e seu exemplo testifica mais contra a reforma dietética do que em seu favor.

Outros pensam que, uma vez que a saúde requer um regime simples, pouca atenção precisa ser dispensada à seleção ou preparo do alimento. Alguns se restringem a uma alimentação bem


CRA - Pag. 198  

escassa, não tendo a variedade suficiente para suprir às necessidades do organismo, e em conseqüência, sofrem.

Impondo Pontos de Vista Pessoais

Os que não têm senão parcial compreensão dos princípios da reforma, são muitas vezes os mais rígidos, não somente em viver segundo suas próprias idéias, como em insistir nas mesmas para com a família e os vizinhos. O efeito dessas erradas reformas, tal como se manifesta em sua má saúde, e o esforço de incutir nos demais seus pontos de vista, dão muitas idéias falsas da reforma dietética, levando outros a rejeitá-la inteiramente.

Os que entendem as leis da saúde e são governados por princípios, fugirão dos extremos, tanto da condescendência como da restrição. Sua alimentação é escolhida, não meramente para agradar ao apetite, mas para fortalecimento do organismo. Procuram conservar todas as faculdades nas melhores condições para o mais elevado serviço a Deus e aos homens. O apetite acha-se sob o controle da razão e da consciência, e são recompensados com a saúde física e mental. Conquanto não imponhamos ofensivamente seus pontos de vista sobre os outros, seu exemplo é um testemunho em favor dos corretos princípios. Estas pessoas exercem vasta influência para o bem.

Há verdadeiro senso comum na reforma do regime. O assunto deve ser larga e profundamente estudado, e ninguém deve criticar outros porque não estejam em todas as coisas, agindo em harmonia com seu ponto de vista. É impossível estabelecer uma regra fixa para regular os hábitos de cada um, e ninguém se deve considerar critério para todos. Nem todos podem comer as mesmas coisas. Comidas apetecíveis e saudáveis para uma pessoa, podem ser desagradáveis e mesmo nocivas para outra. Alguns não podem usar leite, ao passo que outros tiram bom proveito dele. Pessoas há que não conseguem digerir ervilhas e feijão; para outros, eles são saudáveis. Para uns as preparações de cereais integrais são boas, enquanto outros não as podem ingerir. A Ciência do Bom Viver, págs. 318-320.

Evitar Regime Empobrecido

Mas que dizer quanto a um regime insuficiente? Tenho falado da importância de que a quantidade e a qualidade da


CRA - Pag. 199  

comida estejam em estrito acordo com as leis da saúde. Não recomendamos, todavia, um regime alimentar insuficiente. Foi-me mostrado que muitos têm uma idéia errônea da reforma de saúde, e adotam uma alimentação demasiado pobre. Vivem com uma qualidade de comida barata e fraca, preparada sem cuidado ou sem atenção para com a nutrição do organismo. É de importância que o alimento seja preparado com cuidado, para que o apetite, quando não pervertido, o possa saborear. Pelo fato de, por princípio, rejeitarmos carne, manteiga, pastéis de carne, especiarias, toucinho e tudo que irrita o estômago e destrói a saúde, não se deve dar nunca a idéia de que não tem muita importância o que comemos.

Alguns há que vão a extremos. Precisam comer determinada quantidade, e apenas tal qualidade, e se limitam a duas ou três coisas. Não permitem que sejam postas diante deles e sua família para comer senão poucas coisas. Comendo pequena quantidade de alimento e este não da melhor qualidade, não põem no estômago o que é próprio para nutrir o organismo. Comida sem nutrição não pode ser convertida em sangue bom. Um regime empobrecido, empobrecerá o sangue. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 189.

Por ser errado comer só para a satisfação do apetite pervertido, não se compreenda que devamos ser indiferentes com respeito ao nosso alimento. É questão da mais alta importância. Ninguém deve adotar um regime empobrecido. Muitos se acham debilitados pela doença, e carecem de alimento nutritivo, bem cozido. Os reformadores de saúde, acima de todos os outros, devem ser cuidadosos em evitar extremos. O corpo precisa ter suficiente nutrimento. Christian Temperance and Bible Hygiene, págs. 49 e 50.

CARO IRMÃO ______

No passado praticastes a reforma de saúde com rigor demasiado para que vos fosse um bem. Certa vez, quando estáveis muito doente, o Senhor me deu uma mensagem para salvar vossa vida. Tendes sido muito exigente em limitar vosso regime a certos alimentos. Enquanto orava por vós, foram-me dadas palavras para vós, a fim de vos colocardes no caminho certo. Foi enviada a mensagem de que devíeis permitir-vos um regime alimentar mais generoso. Não foi aconselhado o uso de alimentos cárneos. Deram-se orientações


CRA - Pag. 200  

quanto ao alimento que devíeis tomar. Seguistes as orientações dadas, cooperastes, e estais ainda conosco.

Muitas vezes penso nas instruções que então vos foram dadas. Têm-me sido dadas tantas preciosas mensagens para os doentes e sofredores! Por isso sou grata, e louvo ao Senhor. Manuscrito 59, 1912.

Variar o Cardápio

Aconselhamo-vos a mudar vossos hábitos de vida; ao passo, porém, que isto fizerdes, advertimo-vos a fazê-lo sabiamente. Conheço famílias que mudaram do regime cárneo para um regime pobre. Seu alimento é tão deficientemente preparado, que o estômago o aborrece, e depois me disseram que a reforma de saúde não lhes vai bem; que estavam enfraquecendo. Aí está uma razão por que alguns não foram bem-sucedidos em seus esforços para simplificar a comida. Usam um regime sem nutrição. A comida é preparada sem capricho, e comem continuamente a mesma coisa. Não deve haver muitas espécies na mesma refeição, mas todas as refeições não devem constar dos mesmos pratos, sem variação. A comida deve ser preparada com simplicidade, todavia com tal primor que desperte o apetite. A irmã deve evitar a gordura. Ela prejudica qualquer espécie de prato que prepare. Coma abundância de frutas e verduras. Testimonies, vol. 2, pág. 63.

Muitos têm interpretado mal a reforma de saúde, acolhendo idéias pervertidas sobre o que constitui o reto viver. Alguns pensam sinceramente que um regime adequado consista principalmente de mingau. Alimentar-se principalmente de mingau não garante saúde aos órgãos digestivos, pois é alimento líquido demais. Youth"s Instructor, 31 de maio de 1894.

Consideração Para com as Necessidades Individuais

Tendes errado, pensando que fosse orgulho o que levou vossa esposa a desejar móveis mais confortáveis em torno de si. Ela tem sido cerceada e por vós tratada com mesquinhez. Carece de um regime mais liberal, mais abundante suprimento de alimento sobre sua mesa; e em casa precisa ela de objetos


CRA - Pag. 201  

os mais confortáveis e convenientes que puderdes fazer, objetos que lhe tornem o trabalho o mais fácil possível. Mas tendes olhado as coisas sob um prisma errado. Tendes pensado que quase tudo que pudesse ser comido fosse bastante bom, contanto que pudésseis com isso viver e manter as forças. Tendes insistido em ser necessário a vossa débil esposa um regime escasso. Não pode ela, porém, fazer bom sangue ou engordar, com o regime ao qual vos podeis limitar e com ele ter saúde. Pessoas há que não podem subsistir com o mesmo alimento com o qual outros passam bem, mesmo que seja preparado de igual maneira.

Estais em perigo de tornar-vos extremista. Vosso organismo pode converter em bom sangue um regime muito rude e pobre. Vossos órgãos produtores de sangue estão em boas condições. Vossa esposa, porém, requer regime mais escolhido. Deixai-a comer o mesmo alimento que o vosso organismo é capaz de converter em bom sangue, e o organismo dela não o poderá fazer. Falta-lhe vitalidade, e precisa de um regime generoso, fortificante. Deve ela ter bom suprimento de frutas, não se limitando aos mesmos pratos, dia a dia. Sua saúde é delicada. É doentia, e as necessidades de seu organismo são muito diversas das de uma pessoa sadia. Testimonies, vol. 2, pág. 254.

Não Ser Causa de um Tempo de Tribulação

Vi que tínheis noções erradas acerca de afligir o corpo, privando-vos de alimento nutritivo. Isto leva alguns da igreja a pensar que Deus certamente está convosco, ou do contrário não vos negaríeis, assim vos sacrificando. Vi, porém, que nenhuma dessas coisas vos farão mais santo. Os gentios fazem tudo isso, mas nem por isso recebem recompensa. Um espírito quebrantado e contrito perante Deus é a Sua vista de grande valor. Vi que vossas opiniões acerca dessas coisas são errôneas, e que estais olhando à igreja e observando os membros, notando coisas pequeninas, quando vossa atenção deveria voltar-se para o interesse de vossa própria alma. Deus não colocou sobre vós o encargo de Seu rebanho. Pensais que a igreja está atrasada, porque não vê as coisas como vós as vedes, e porque não segue o mesmo procedimento rígido que


CRA - Pag. 202  

pensais ser-vos exigido seguir. Vi que estais enganado acerca de vosso próprio dever e do dever dos outros. Alguns têm ido a extremos acerca do regime alimentar. Adotaram um procedimento rígido, vivendo de modo tão simples que sua saúde veio a sofrer, a doença cresceu no organismo, e o templo de Deus se enfraqueceu. ...

Vi que Deus não exige que ninguém siga um procedimento de tão rígida economia que enfraqueça ou cause dano ao templo de Deus. Há em Sua Palavra deveres e ordenanças para humilhar a igreja e levar os membros a afligirem sua alma, e não há necessidade de forjar cruzes e inventar deveres para afligir o corpo a fim de promover a humildade. Tudo isto está fora da Palavra de Deus.

Está justamente ante nós o tempo de angústia; e então a severa necessidade obrigará o povo de Deus a negar-se a si mesmo e a comer apenas o bastante para conservar a vida; Deus, porém, nos preparará para aquele tempo. Naquela hora terrível nossa necessidade será a oportunidade de Deus para comunicar Seu poder fortalecedor e suster o Seu povo. ...

Os que trabalham com suas mãos têm de nutrir suas forças para executarem este trabalho, e também os que trabalham na palavra e na doutrina têm de alimentar as forças; pois Satanás e seus anjos maus estão guerreando contra eles, para lhes destruir as forças. Devem, sempre que possam, buscar repousar o corpo e o espírito do trabalho esgotante, e devem comer alimento nutritivo e fortificante, a fim de revigorar as forças; pois serão obrigados a por em ação todas as forças que possuem. Vi que não glorifica a Deus, absolutamente, que qualquer de Seus filhos forje para si mesmo um tempo de angústia. Há um tempo de angústia exatamente perante o povo de Deus, e Ele os preparará para aquele tremendo conflito. Testimonies, vol. 1, págs. 205 e 206.

Reforma de Saúde ou Deformação da Saúde

Tenho algo que dizer com referência a pontos de vista extremos acerca da reforma de saúde. A reforma de saúde torna-se a deformação da saúde, destruidora da saúde, quando levada a extremos. Não tereis êxito nos hospitais, onde os doentes


CRA - Pag. 203  

são tratados, se lhes prescreverdes o mesmo regime que prescrevestes para vós e vossa esposa. Asseguro-vos que não são recomendáveis vossas idéias acerca do regime para os doentes. A mudança é demasiado grande. Conquanto eu rejeite os alimentos cárneos como nocivos, pode-se usar alguma coisa menos objetável, e isto se encontra nos ovos. Não retireis da mesa o leite, nem proibais seu uso no cozimento de alimentos. O leite que se usa deve ser conseguido de vacas sadias, e ser esterilizado.

Os que assumem um ponto de vista extremo quanto à reforma de saúde correm o risco de preparar pratos insípidos. Isto se tem feito repetidamente. O alimento ficou tão insípido que era recusado pelo estômago. O alimento dado aos doentes deve ser variado. Não lhes devem ser dados os mesmos pratos vez após vez. ...

Tenho-vos dito estas coisas porque fui instruída de que estais prejudicando vosso corpo mediante um regime de miséria. Devo dizer-vos que não convirá instruirdes os estudantes como tendes feito, acerca da questão do regime, porque vossas idéias acerca de descartar certas coisas não serão para benefício dos que carecem de auxílio.

Irmão e irmã __________, tenho toda confiança em vós, e desejo grandemente que tenhais saúde física, a fim de que possais ser perfeitamente sadios espiritualmente. É a falta de alimento conveniente que vos tem feito sofrer tanto. Não tendes tomado o alimento necessário para nutrir vossas débeis forças físicas. Não deveis negar-vos o alimento bom e saudável.

Certa vez o doutor __________ procurou ensinar nossa família a cozinhar de acordo com a reforma de saúde, conforme ele a entendia, sem sal nem qualquer outra coisa para temperar o alimento. Bem, resolvi experimentá-lo, mas fiquei com as forças tão reduzidas que tive de fazer uma mudança; e iniciei uma prática diferente, com grande êxito. Digo-vos isto porque sei que estais em positivo perigo. O alimento deve ser preparado de modo que seja nutritivo. Não deve ser roubado daquilo que o organismo precisa.

O Senhor convida o irmão e a irmã _________ a reformarem-se, a observar períodos de repouso. Não é correto assumirdes


CRA - Pag. 204  

encargos como o tendes feito no passado. A menos que leveis isto a sério, sacrificareis a vida que é tão preciosa à vista do Senhor. "Não sabeis que... não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus."... I Cor. 6:19 e 20.

Não vades a extremos com respeito à reforma de saúde. Alguns dentre nosso povo são muito descuidosos na questão dessa reforma. Mas, por estarem muito atrasados, não deveis vós, para lhes serdes um exemplo, ser extremistas. Não vos deveis abster da espécie de alimento que forma bom sangue. Vossa dedicação aos princípios verdadeiros está-vos levando a vos submeter a um regime alimentar que vos proporciona uma experiência que não recomenda a reforma de saúde. Este é vosso perigo. Quando virdes que vos estais tornando fracos fisicamente, é-vos necessário fazer mudanças, e desde logo. Ponde em vosso regime algo do que dele excluístes. É vosso dever fazer isso. Obtende ovos, de galinhas sadias. Usai esses ovos cozidos ou crus. Ponde-os crus no melhor vinho sem fermento que possais obter. Isto vos suprirá ao organismo o que lhe é necessário. Nem por um instante penseis que não seja direito fazer isso. ...

Apreciamos vossa experiência como médico, e todavia digo que leite e ovos devem ser incluídos em vosso regime. Estes artigos não podem presentemente ser dispensados, e não deve ser ensinada a doutrina de dispensá-los.

Estais em perigo de assumir um ponto de vista demasiado radical acerca da reforma de saúde, e de prescrever para vós mesmos um regime que não vos sustentará. ...

Tenho esperança de que levareis a sério as palavras que vos tenho dirigido. Foi-me apresentado que não podereis exercer influência de maior êxito na reforma de saúde a menos que em algumas coisas vos torneis mais liberais para com vós mesmos e com outros. Virá o tempo em que o leite não poderá mais ser usado tão livremente como o é agora; mas o momento presente não é tempo para descartá-lo. E os ovos contêm propriedades que são agentes medicinais para combater venenos. E conquanto tenham sido dadas advertências contra o uso desses artigos em famílias onde as crianças eram viciadas, e muito viciadas no hábito da masturbação, contudo não devemos considerar negação


CRA - Pag. 205  

dos princípios usar ovos de galinhas bem cuidadas e alimentadas devidamente. ...

Deus concita aqueles pelos quais Cristo morreu a tomarem o devido cuidado consigo mesmos e darem aos outros um exemplo correto. Meu irmão, não deveis fazer da questão do regime uma prova para o povo de Deus; pois perderão a confiança em ensinos que são levados ao extremo. Deseja o Senhor que Seu povo seja íntegro em todos os pontos da reforma de saúde, mas não devemos ir a extremos. ...

A razão da saúde deficiente do doutor ________ é o sacar demais sobre o seu depósito no banco da saúde, e então deixar de repor a importância sacada, mediante alimento saudável, nutritivo e de bom paladar. Meu irmão, dedicai vossa vida toda Àquele que por amor de vós foi crucificado, mas não vos cinjais a um regime escasso, pois assim representais erradamente a reforma de saúde.

Conquanto trabalhemos contra a glutonaria e a intemperança, devemos todavia lembrar os meios e os recursos da verdade do evangelho, que se recomendam ao são juízo. Para realizarmos nosso trabalho em linhas retas e simples, temos de reconhecer as condições às quais a família humana está sujeita. Deus tomou providências para os que vivem nos diferentes países do mundo. Os que desejam ser coobreiros de Deus devem considerar cuidadosamente a maneira em que ensinam a reforma de saúde na grande vinha de Deus. Devem agir cuidadosamente ao especificarem justamente quais os alimentos que devem ser usados, e quais os que o não devem. O mensageiro humano deve unir-se ao divino Auxiliador ao apresentar a mensagem de misericórdia às multidões que Deus deseja salvar.

Havemos de ser levados a relacionar-nos com as massas. Se a reforma de saúde lhes for ensinada em sua modalidade mais extrema, resultará dano. Pedimos-lhes que abandonem o uso da carne, e do chá e café. Isto está bem. Alguns, porém, dizem que o leite também deve ser abandonado. Este é um assunto que deve ser tratado com cuidado. Há famílias pobres, cujo regime consiste de pão e leite e, caso consigam obter, um pouco de fruta. Todo alimento cárneo deve ser abandonado, mas as verduras devem-se tornar saborosas com um pouco de leite ou nata, ou algo equivalente. Dizem os pobres, quando lhes é apresentada a reforma de saúde: "Que havemos de comer? Não podemos


CRA - Pag. 206  

comprar nozes." Quando prego o evangelho aos pobres, sou instruída a dizer-lhes que comam o alimento mais nutritivo. Não lhes posso dizer: Não deveis comer ovos, nem leite, nem nata; não deveis usar manteiga no preparo do alimento. O evangelho tem de ser pregado aos pobres, e não chegou ainda o tempo de prescrever o regime mais estrito.

Virá o tempo em que talvez tenhamos que abandonar alguns dos artigos de alimentação que usamos agora, tais como leite, nata e ovos; mas minha mensagem é que não deveis introduzir-vos a um tempo de angústia antecipadamente, afligindo-vos assim com a morte. Esperai até que o Senhor prepare o caminho perante vós.

As reformas levadas ao extremo talvez se acomodem a certa classe, capazes de obter tudo de que precisam para tomar o lugar dos artigos descartados; essa classe, porém, constitui muito pequena minoria do povo ao qual esses testes parecem desnecessários. Há os que procuram abster-se daquilo que é declarado ser prejudicial. Deixam de suprir ao organismo a nutrição apropriada, e em conseqüência tornam-se fracos e incapazes de trabalhar. Assim é difamada a reforma de saúde. A obra que temos procurado erguer solidamente confunde-se com coisas estranhas, que Deus não ordenou. São estropiadas as energias da igreja.

Deus, porém, interferirá para evitar os resultados dessas idéias zelosas demais. O evangelho deve pôr em harmonia a raça pecadora. Destina-se a levar ricos e pobres, juntos, aos pés de Jesus. ...

Mas desejo dizer que, quando chegar o tempo em que não mais seja seguro usar leite, nata, manteiga e ovos, Deus o revelará. Extremo algum deve ser defendido na reforma de saúde. A questão de usar leite, manteiga e ovos resolverá o seu problema. Ao presente não nos preocupamos com isso. Seja conhecida de todos os homens a vossa moderação. Carta 37, 1904.

Na noite passada sonhei que estava conversando com o doutor _______ Disse-lhe: Deveis ainda ter cuidado com respeito aos extremos no regime alimentar. Não deveis ir a extremos, quer em vosso próprio caso, quer a respeito do alimento


CRA - Pag. 207  

provido aos auxiliares e pacientes do hospital. Os pacientes pagam bom preço para a pensão, e devem ter alimentação abundante. Alguns talvez cheguem ao hospital em estado que exija severa negação do apetite e ministração do alimento mais simples, mas à medida que sua saúde melhore, deve-se-lhes suprir liberalmente alimento nutritivo. Carta 37, 1904.

O Alimento Deve Ser Apetitoso

Os reformadores da saúde, mais que todos os outros, devem ser cuidadosos para evitar extremos. O corpo precisa de nutrição suficiente. Não podemos subsistir de ar simplesmente; tampouco podemos conservar a saúde a menos que tenhamos alimento nutritivo. Deve o alimento ser preparado de boa maneira, de forma que seja saboroso. Testimonies, vol. 2, pág. 538.

Um regime que deixa de fornecer os elementos próprios da nutrição acarreta o opróbrio da causa da reforma de saúde. Somos mortais e temos que prover o alimento próprio para o corpo.

Alguns de nosso povo, posto que se abstenham conscienciosamente de alimentos impróprios, deixam, todavia, de suprir-se dos elementos necessários ao sustento do corpo. Nutrindo idéias exageradas a respeito da reforma de saúde, correm o risco de preparar pratos tão insípidos que não satisfazem. Cumpre preparar o alimento de modo a ser não só apetitoso, como substancial. Não se deve subtrair ao corpo o que ele necessita. Eu uso sal e sempre o usei, porque o sal, em vez de produzir efeito deletério, é realmente essencial para o sangue. Os vegetais devem tornar-se saborosos com um pouco de leite, nata, ou algo equivalente.

Posto que se tenha advertido contra o perigo de contrair enfermidades pelo uso de manteiga e contra os males provenientes do uso abundante de ovos por parte das crianças, não devemos considerar violação do princípio, usar ovos de galinhas bem tratadas e convenientemente alimentadas. Os ovos contêm propriedades que são agentes medicinais neutralizantes de certos venenos.

Abstendo-se de leite, ovos e manteiga, alguns deixaram de prover ao organismo o alimento necessário e, em conseqüência,


CRA - Pag. 208  

se enfraqueceram e incapacitaram para trabalhar. Dessa maneira a reforma de saúde perde o seu prestígio. A obra que temos procurado erguer solidamente, confunde-se com coisas estranhas que Deus não exigiu, e as energias da igreja se paralisam. Mas Deus intervirá para evitar os resultados de idéias tão extremadas. O evangelho deve harmonizar a raça pecaminosa. Deve levar ricos e pobres, juntos, aos pés de Jesus.

Tempo virá em que talvez tenhamos que deixar alguns dos artigos de que se compõe o nosso atual regime, tais como leite, nata e ovos, mas não é necessário provocar perplexidades para nós mesmos com restrições exageradas e prematuras. Esperai até que as circunstâncias o exijam e o Senhor prepare caminho para isso.

Os que almejam êxito na proclamação dos princípios da reforma de saúde, deverão fazer da Palavra de Deus seu guia e conselheiro. Somente quando assim procederem é que os mestres dos princípios dessa reforma poderão permanecer em terreno vantajoso. Evitemos dar testemunho contra a reforma de saúde falhando em usar alimentos nutritivos e saborosos no lugar dos artigos prejudiciais do regime que abandonamos. De forma alguma condescendais com o apetite pelos estimulantes. Tomai somente alimentos simples, nutritivos, e agradecei a Deus constantemente pelos princípios da reforma de saúde. Em todas as coisas sede verdadeiros e retos, e ganhareis vitórias preciosas. Testimonies, vol. 9, págs. 161-163.

Influência Danosa de Extremistas

E ao passo que vos desejaríamos advertir a não comer em excesso, mesmo da melhor qualidade de comida, quereríamos também advertir aos que são extremistas a não erguerem uma falsa norma, e depois esforçarem-se por levar toda a gente a segui-la. Testimonies, vol. 2, págs. 374 e 375.

Foi-me mostrado que tanto B como C desonraram a causa de Deus. Impuseram-lhe uma nódoa que jamais será apagada completamente. Foi-me mostrada a família de nosso prezado irmão D. Se este irmão tivesse recebido auxílio apropriado no tempo devido, todos os membros de sua família estariam vivos hoje. É de admirar que as leis do país


CRA - Pag. 209  

não tenham sido postas em vigor neste caso de maus-tratos. Aquela família estava a perecer por falta de alimento - o mais simples e comum alimento. Pereciam de fome numa terra de abundância. Eram cobaias de um noviço. O jovem não morreu da doença, mas de fome. O alimento ter-lhe-ia fortalecido o organismo, mantendo em movimento a máquina. ...

É tempo de que alguma coisa se faça para impedir que novatos ocupem o campo e defendam a reforma de saúde. Podem poupar suas obras e palavras, pois causam maior dano do que os homens mais sábios e inteligentes poderiam depois desfazer com a melhor influência que pudessem exercer. É impossível, para os mais hábeis defensores da reforma de saúde, livrar completamente o espírito público dos preconceitos adquiridos graças ao procedimento errado desses extremistas, e colocar o grande tema da reforma de saúde sobre base certa, na comunidade onde se achavam esses homens. A porta também se acha fechada em grande medida, de modo que os descrentes não podem ser alcançados pela verdade presente em relação ao sábado e à breve volta de nosso Salvador. As mais preciosas verdades são pelo povo postas à margem, como não merecendo ser ouvidas. Esses homens são conhecidos como representantes dos reformadores de saúde e observadores do sábado em geral. Grande responsabilidade repousa sobre os que assim se demonstraram ser uma pedra de tropeço aos descrentes. Testimonies, vol. 2, págs. 384-387.

Impondo Opiniões e Testes Pessoais

É chegado o tempo em que a reforma de saúde terá reconhecida sua importância por muitos, de posição elevada e de baixa posição. Não devemos, porém, permitir que coisa alguma eclipse a mensagem que temos a proclamar - a mensagem do terceiro anjo, ligada às mensagens do primeiro e segundo anjos. Não devemos permitir que coisas sem importância nos prendam num círculo pequenino, de onde não possamos alcançar acesso ao povo em geral.

A igreja e o mundo carecem de toda a influência, todos os talentos que Deus nos concedeu. Tudo que temos deve ser colocado em Seu serviço. Ao apresentar o evangelho, deixai fora todas as vossas opiniões particulares. Temos uma mensagem mundial, e o Senhor quer que os Seus servos mantenham como sagrado o depósito que lhes confiou.


CRA - Pag. 210  

A todo homem deu Deus a sua obra. Não seja, pois, apresentada nenhuma mensagem falsa. Que não se desvie para problemas incoerentes a grande luz da reforma de saúde. As incoerências de um só, pesam sobre todo o corpo de crentes; portanto, quando um adota extremos, grande dano é acarretado à causa de Deus.

O levar alguma coisa a extremos é questão que deve ser temida. Resulta sempre em ser eu compelida a falar para impedir que o assunto seja mal compreendido, para que o mundo não tenha motivo de julgar que os adventistas do sétimo dia sejam uma corporação de extremistas. Quando procuramos arrebatar pessoas da fogueira por um lado, as mesmas palavras que então têm que ser proferidas para corrigir males, são usadas para justificar a condescendência, por outro lado. Queira o Senhor guardar-nos de testes e extremos humanos.

Que ninguém avance pontos de vista extremos acerca do que devemos comer e do que devemos beber. O Senhor proporcionou luz. Aceite nosso povo essa luz e ande nela. Precisa haver grande aumento do conhecimento de Deus e de Jesus Cristo. Este conhecimento é vida eterna. O aumento da piedade, da boa, humilde religião espiritual, colocaria nosso povo em posição na qual poderia aprender do grande Mestre.

Chegará talvez o tempo em que não seja seguro usar leite. Mas se as vacas são sadias e o leite suficientemente fervido, não há necessidade de criar um tempo de angústia antecipadamente. Não julgue ninguém que deva apresentar uma mensagem pormenorizada quanto aos artigos que nosso povo deva pôr à mesa. Os que assumem atitude extrema verão afinal que os resultados não são o que julgavam fossem. O Senhor nos guiará por Sua própria mão direita, se a isso estivermos dispostos. Amor e pureza - eis os frutos produzidos pela árvore boa. Todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.

Fui instruída a dizer aos da Associação de ______, que foram tão esforçados no assunto da reforma de saúde, impondo a outros suas idéias e pontos de vista, que Deus não lhes dera a mensagem que pregavam. Disse-lhes eu que, se abrandassem e sujeitassem suas tendências herdadas e cultivadas, nas quais figura grande porção de obstinação, veriam então que precisavam converter-se.


CRA - Pag. 211  

"Se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor é, em nós, aperfeiçoado. ... Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus, nele."... I João 4:12 e 16.

Deve a sabedoria humana ser combinada com a divina sabedoria e misericórdia de Deus. Escondamos em Cristo o nosso eu. Trabalhemos diligentemente para alcançar a alta norma que Deus nos estabeleceu - a transformação moral pelo evangelho. Deus nos concita a avançarmos em rumos certos, fazendo retos caminhos para nossos pés, para que o que manqueja não se desvie inteiramente. Então Cristo ficará satisfeito. Carta 39, 1901.

Erros por Parte do Povo São Preferíveis

ao Extremo Oposto

O irmão e a irmã ______ levaram ao extremo a questão da condescendência no comer, e o instituto ficou desmoralizado. Agora o inimigo desejaria, se pudesse, levar-nos ao extremo oposto, isto é, a adotar um regime de miséria. Sede cuidadosos em manter o cérebro equilibrado, e idéias ajuizadas. Buscai sabedoria do Céu e agi inteligentemente. Se assumis atitudes extremamente radicais, sereis forçados a voltar atrás, e então, por muito conscienciosos que tenhais sido, tereis perdido a confiança em vosso são juízo, e nossos irmãos e os descrentes perderão a confiança em vós. Cuidai para não irdes mais depressa do que recebeis positiva luz de Deus. Não aceiteis idéias de homem algum, mas agi inteligentemente, no temor do Senhor.

Se errais, não seja então em vos distanciardes o máximo possível do povo, pois então cortareis a linha de vossa influência e nenhum bem lhes podereis fazer. Preferível errar do lado do povo, a distanciar-vos completamente dele, pois nesse caso há esperança de poderdes levar convosco o povo, mas não há necessidade de errar pelo outro lado.

Não precisais entrar na água, nem no fogo, mas tomai o caminho mediano, evitando todos os extremos. Não deis a impressão de serdes gerentes unilaterais, tendenciosos. Não useis regime alimentar escasso, insuficiente. Não permitais que ninguém vos influencie a usar um regime de miséria. Fazei preparar vosso alimento de modo saudável e saboroso; fazei-o preparar com um primor que represente corretamente a reforma de saúde.


CRA - Pag. 212  

A grande apostasia na questão da reforma de saúde tem por motivo o ter sido ela manejada por mentes imprudentes, e levada a tais extremos que tem aborrecido as pessoas, em vez de convertê-las à adoção da reforma. Tenho estado em lugares onde essas idéias radicais foram executadas. Verduras preparadas com água apenas, e tudo o mais de maneira semelhante. Esta espécie de cozinha é a deformação da saúde, e existem espíritos constituídos de modo que aceitem tudo que tenha aparência de regime rigoroso ou reforma de qualquer espécie.

Meus irmãos, quero-vos temperantes em todas as coisas, mas cuidai para não irdes a extremos ou dirigirdes nossa instituição por um trilho tão estreito que acabe saltando fora dele. Não deveis apoiar as noções de toda pessoa, mas ser bem equilibrados, calmos, confiantes em Deus. Carta 57, 1886.

Ambos os Extremos Devem Ser Evitados

Bem sei que muitos de nossos irmãos, de coração e na prática, são contrários à reforma de saúde. Não defendo extremos. Mas ao rever meus manuscritos, vi os decididos testemunhos apresentados e as advertências de perigos que vêm ao nosso povo por imitarem os costumes e práticas do mundo na indulgência para consigo mesmos, condescendência do apetite e no orgulho do vestuário. Meu coração dói e se entristece por causa do estado de coisas existentes. Há os que dizem que alguns dos nossos irmãos têm acentuado demais essas questões. Mas porventura, pelo motivo de alguns talvez terem agido indiscretamente, pressionando em todas as ocasiões seus sentimentos acerca da reforma de saúde, ousará alguém esconder a verdade sobre esse assunto? O povo do mundo em geral vai longe no extremo oposto da condescendência e intemperança no comer e beber; e em conseqüência sobejam as práticas concupiscentes.

Acham-se agora sob a sombra da morte muitos que se prepararam para fazer uma obra pelo Mestre, mas que não julgaram ter repousado sobre eles a sagrada obrigação de observar as leis da saúde. As leis do organismo físico são realmente leis de Deus; este fato, porém, parece ter sido esquecido. Alguns se têm limitado a um regime que os não pode manter com saúde. Não proveram alimento nutritivo em substituição aos artigos prejudiciais;


CRA - Pag. 213  

e não consideraram que é preciso exercer tato e perícia para preparar o alimento da maneira mais saudável. O organismo tem de ser nutrido adequadamente a fim de executar sua obra. É contrário à reforma de saúde, depois de descartar a grande variedade de alimentos insalubres, ir ao extremo oposto, reduzindo a quantidade e a qualidade do alimento a um padrão baixo. Em vez de reforma de saúde, isto é deformação da saúde. Testimonies, vol. 6, págs. 373 e 374.

<< Capítulo Anterior Próximo Capítulo >>