Livro - Beneficência Social | Ellen G. White Books

Beneficência Social

CAPÍTULO 13

Organizando a Igreja Para a Beneficência Cristã

BS - Pag. 105  

O Propósito de Deus na Organização da Igreja

A igreja de Cristo na Terra foi organizada para fins missionários, e o Senhor deseja ver a igreja toda idealizando meios e planos pelos quais grandes e pequenos, ricos e pobres, possam ouvir a mensagem da verdade. Testimonies, vol. 6, pág. 29.

Unir-se na Prática da Caridade

Onde quer que a verdade tenha sido proclamada e o povo despertado e convertido, os crentes devem sem demora unir-se na prática da caridade. Onde quer que a verdade da Bíblia tenha sido apresentada, deve ter início a obra de piedade prática. Onde quer que a verdade tenha sido estabelecida, deve fazer-se obra missionária em favor dos desajudados e sofredores. Testimonies, vol. 6, págs. 84 e 85.

Chamado Para Homens que Possam Liderar

A menos que haja os que estudem meios de aproveitar o tempo, a força e o cérebro dos membros da igreja, grande trabalho que devia ser feito ficará por fazer. O trabalho feito negligentemente não é a resposta. Necessitamos na igreja de homens que tenham habilidade para desenvolver-se no setor de organização e provisão de trabalho prático a jovens, homens e mulheres, no campo da libertação das necessidades da humanidade e na atividade pela salvação das almas de homens, mulheres, jovens e crianças. Carta 12, 1892.

Como uma Escola de Preparo

Toda igreja deve ser uma escola missionária para obreiros cristãos. Seus membros devem ser instruídos em dar estudos bíblicos,


BS - Pag. 106  

em dirigir e ensinar classes da Escola Sabatina, na melhor maneira de auxiliar os pobres e cuidar dos doentes, de trabalhar pelos não-convertidos. Deve haver cursos de saúde, de arte culinária, e classes em vários ramos de serviço no auxílio cristão. Não somente deve haver ensino, mas trabalho real, sob a direção de instrutores experientes. Que os mestres vão à frente no trabalho entre o povo, e outros, unindo-se a eles, aprenderão em seu exemplo. Um exemplo vale mais que muitos preceitos. A Ciência do Bom Viver, pág. 149.

Preparando a Juventude Para o Trabalho Prático

O Mestre por excelência coopera com todos os esforços feitos para aliviar a humanidade sofredora. Ensinai os estudantes a fazer aplicação prática das lições que têm recebido. Ao testemunharem os ais humanos e a extrema pobreza dos que estão procurando auxiliar, serão movidos à compaixão. Seu coração será abrandado e subjugado pelos profundos e santos princípios revelados na Palavra de Deus. O grande Médico coopera com cada esforço feito em favor da humanidade sofredora, no sentido de dar saúde ao corpo e luz e restauração à alma. ... Precisamos ver agora o que se pode fazer para educar os estudantes na obra missionária prática. Manuscrito 70, 1898.

Ensinar Obra Missionária Prática

Mas em oportunidades tais como as de nossas assembléias anuais, é-nos preciso não perder de vista as oportunidades deparadas para ensinar os crentes a fazerem trabalho missionário prático onde vivem. Em muitos casos, nessas assembléias, convirá atribuir a certos homens escolhidos a responsabilidade de ministrarem o ensino no tocante a certos ramos de atividade educacional. Ensinem uns a dar estudos bíblicos e a dirigir reuniões em casas de família.


BS - Pag. 107  

Outros podem ter a seu cargo ensinar as pessoas a pôr em prática os princípios de saúde e temperança, e a maneira de tratar os doentes. Outros, ainda, poderão promover o interesse de nossa obra de revistas e livros. Testemunhos Seletos, vol. 3, págs. 323 e 324.

Formar Grupos de Obreiros

A formação de pequenos grupos como base de esforço cristão, foi-me apresentada por Aquele que não pode errar. Se há na igreja grande número de membros, convém que se organizem em pequenos grupos a fim de trabalhar, não somente pelos membros da própria igreja, mas também pelos incrédulos. Se num lugar houver apenas dois ou três que conheçam a verdade, organizem-se num grupo de obreiros. Mantenham indissolúvel seu laço de união, apegando-se uns aos outros com amor e unidade, animando-se mutuamente para avançar, adquirindo cada qual ânimo e força do auxílio dos outros. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 84.

Grupos bem Organizados em Cada Igreja

Haja em cada igreja grupos bem organizados de obreiros para trabalhar nas vizinhanças da igreja. Lançai o eu para trás de vós, e deixai que Cristo vá na frente como vossa vida e poder. Deixai que esta obra se introduza sem demora, e a verdade será como fermento na Terra. Quando tais forças forem postas a operar em todas as nossas igrejas, haverá um poder renovador, reformador, vitalizante nas igrejas, porque os membros estão fazendo exatamente o trabalho que Deus lhes determinou fazer. Sejam todas as nossas igrejas ativas, zelosas, animadas de entusiasmo pelo Espírito e poder de Deus. É o uso inteligente dos meios, da capacidade, das faculdades dados a vós por Deus, consagrados a Seu serviço o que contará nas comunidades onde puderdes trabalhar. Pode ser que tenhais de fazer um começo muito pequeno em alguns


BS - Pag. 108  

lugares; mas não vos desanimeis; a obra crescerá, e estareis fazendo o trabalho de um evangelista. Considerai a maneira de Cristo trabalhar, e apegai-vos ao trabalho como Ele fez. Review and Herald, 29 de setembro de 1891.

Trabalhar Sob Algum Nome

Em todo o trabalho de Deus pelo homem, Seus desígnios são que este coopere com Ele. Para isto, o Senhor roga à igreja que tenha maior piedade, mais justo senso de dever, mais clara compreensão de suas obrigações para com seu Criador. Roga-lhes que sejam um povo puro, santificado, ativo. E a obra de auxílio cristão é um dos meios de operar isto, pois o Espírito comunica com todos os que estão fazendo o serviço de Deus. ... Eu quero dizer: Continuai a trabalhar com tato e habilidade. Despertai vossos companheiros para trabalhar sob algum nome com o qual se organizem para cooperar em ação harmônica. Mobilizai os rapazes e as moças das igrejas para trabalhar. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 504.

Organizar e Preparar os Jovens

Há muitos setores onde os jovens podem encontrar oportunidade para esforço útil. Ao se organizarem em grupos para serviço cristão, sua cooperação se provará uma assistência e encorajamento. ...

Nesta finalizadora obra do evangelho há um vasto campo a ser ocupado; e, mais que em qualquer outro tempo, a obra deve recrutar auxiliares dentre o povo comum. Tanto jovens como os de mais idade serão chamados do campo, das vinhas, das oficinas, e enviados pelo Mestre a fim de que dêem Sua mensagem. Muitos desses podem ter tido pouca oportunidade para instrução, mas Cristo vê neles qualificações que os capacitarão a preencher o Seu propósito. Se eles puserem o coração na obra e


BS - Pag. 109  

continuarem como quem aprende, Ele os capacitará a trabalhar para Ele.

Com o preparo que podem obter, milhares e milhares de jovens e dos mais avançados em anos devem entregar-se ao trabalho. Muitos corações estão respondendo já ao chamado do Obreiro Mestre, e seu número aumentará.

Todos os que se empenham no ministério constituem mão ajudadora de Deus. Não há setor de trabalho em que seja possível à juventude receber maior benefício. Eles são coobreiros dos anjos; ou melhor, são agentes humanos por cujo intermédio os anjos cumprem sua missão. Os anjos falam pela voz deles e por suas mãos trabalham. E os obreiros humanos, cooperando com os instrumentos celestiais, recebem o benefício de sua educação e experiência. Como meio de educação, que "curso universitário" pode igualar-se a isso? Com um exército de obreiros como o que pode fornecer nossa juventude quando devidamente preparada, quão depressa a mensagem do Salvador crucificado, ressurgido e prestes a vir poderia ser levada ao mundo! Youth"s Instructor, 3 de março de 1908.

Grande Obra a Ser Feita por

Alguns Agora Ausentes do Trabalho

Não é propósito de Deus que se deixe aos pastores a maior parte da obra de semear as sementes da verdade. Homens não chamados para o ministério evangélico devem ser animados a trabalhar para o Mestre segundo suas diferentes habilidades. Centenas de homens e mulheres agora ausentes do trabalho podem fazer trabalho aceitável. Podem fazer grande obra para o Mestre introduzindo a verdade nos lares de seus amigos e vizinhos. Deus não faz exceção de pessoas. Ele usará cristãos devotados e humildes que tenham o amor da verdade no coração. Empenhem-se no serviço por Ele fazendo o trabalho de visitação de casa em casa. Sentando-se na intimidade do lar, esses homens


BS - Pag. 110  

se humildes, discretos e piedosos - podem fazer mais para enfrentar as reais necessidades das famílias do que o pastor. Review and Herald, 26 de agosto de 1902.

O Melhor Auxílio que os Pastores Podem Dar

A melhor ajuda que os pastores podem prestar aos membros de nossas igrejas não consiste em pregar-lhes sermões, mas em planejar trabalho para que o façam. Dai a cada um algo para fazer em prol de outros. ... Se posto a trabalhar, o desanimado logo esquecerá o seu desânimo; o fraco ficará forte; o ignorante, inteligente; e todos aprenderão a apresentar a verdade tal qual é em Jesus. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 323.

Cada um que é acrescentado às fileiras pela conversão deve ter o seu posto de dever designado. Cada um deve estar desejoso de ser algo ou de algo fazer neste trabalho. Testimonies, vol. 7, pág. 30.

Necessária a Cooperação de Todos

Tem havido tanta pregação em nossas igrejas que estas quase deixaram de apreciar o ministério evangélico. É chegado o tempo em que essa ordem de coisas deve ser mudada. Que o pastor convoque os membros da igreja individualmente para ajudá-lo mediante o trabalho de casa em casa a levar a verdade às regiões distantes. Que todos cooperem com as inteligências celestiais em comunicar a verdade a outros. Review and Herald, 11 de junho de 1895.

Todos Unidos Para Terminar a Obra

Aqueles a cujo cargo se encontram os interesses espirituais da igreja devem formular planos e meios pelos quais se dê a todos os seus membros alguma oportunidade de fazer uma parte na obra de Deus. Nem sempre foi isto feito em tempos passados. Não foram bem definidos nem executados os planos para empregar os talentos de cada um em serviço ativo. Poucos há que avaliem devidamente quanto se tem perdido por causa disto.


BS - Pag. 111  

Os dirigentes da causa de Deus, como sábios generais, devem delinear planos para fazer movimentos de avanço ao longo de toda a linha. Em seus planos devem dar atenção especial à obra que pode ser feita pelos membros leigos em favor de seus amigos e vizinhos. A obra de Deus na Terra nunca poderá ser terminada a não ser que os homens e as mulheres que constituem a igreja concorram ao trabalho e unam os seus esforços aos dos pastores e oficiais da igreja. Obreiros Evangélicos, págs. 351 e 352.

Cristo Pode Ser Representado em Toda Profissão Legítima

Todos devem ser ensinados a trabalhar. Principalmente os que são recém-convertidos à fé devem ser ensinados a tornarem-se coobreiros de Deus. Se este dever for negligenciado, a obra do pastor fica incompleta.

Mas Deus não deseja que Seu povo descanse o seu peso sobre os pastores. Como mordomos da graça de Deus, cada membro da igreja deve sentir a responsabilidade individual de ter vida e raiz próprias. Todos os que são ordenados para a vida de Cristo são ordenados para trabalhar pela salvação de seus semelhantes. Aquele que ama a Deus sobre todas as coisas e ao seu próximo como a si mesmo não pode se sentir contente em não fazer nada.

Vivessem a verdade os que professam crer na verdade e todos seriam missionários. Alguns estariam trabalhando. nas ilhas do mar, outros em diferentes países do mundo. Alguns estariam servindo a Cristo como missionários em sua própria terra. Nem todos são chamados para trabalhar fora. Alguns podem ser bem-sucedidos no ramo dos negócios, e neste setor podem representar a Cristo. Podem mostrar ao mundo que os negócios podem ser dirigidos dentro dos princípios de justiça, em estrita fidelidade à verdade. Pode haver cristãos advogados, cristãos médicos, cristãos mercadores. Cristo poder ser representado em toda profissão legítima. Manuscrito 19, 1900.


BS - Pag. 112  

Exemplo de uma Igreja Fiel

Na manhã do dia 10 de novembro de 1900, sábado, entramos na igreja de São Francisco, e encontramo-la lotada até o máximo de sua capacidade. Ao estar diante do povo pensei no sonho e na instrução que me haviam sido dados muitos anos atrás, e senti-me encorajada. Olhando o povo congregado, compreendi que podia dizer: "O Senhor cumpriu Sua palavra."

Durante os últimos poucos anos a "colmeia" em São Francisco tem sido sem dúvida uma colmeia muito ocupada. Muitos setores do trabalho cristão têm sido desenvolvidos por nossos irmãos e irmãs. Neles se incluem a visitação aos enfermos e desamparados, fundação de lares para órfãos e a obra em favor dos desempregados, o cuidado dos doentes, o ensinamento da verdade de casa em casa, distribuição de literatura e a promoção de classes sobre vida saudável e o cuidado dos enfermos. Uma escola para crianças é dirigida no porão da casa de culto da Rua Laguna. Durante algum tempo foi mantido um lar para trabalhadores e uma missão médica. Na Rua do Mercado, próximo ao teatro municipal, havia salas de tratamento que funcionavam como sucursais do Sanatório Santa Helena. No mesmo local havia um armazém de alimentos saudáveis. Próximo ao centro da cidade, não distante do edifício Call, era dirigido um restaurante vegetariano, o qual funcionava seis dias na semana e ficava inteiramente fechado aos sábados. Ao longo do ancoradouro realizava-se trabalho missionário a bordo. Em várias oportunidades nossos pastores dirigiram reuniões em grandes salões na cidade. Assim a mensagem de advertência foi dada a muitos. Review and Herald, 5 de julho de 1906.

Para Isto é a Igreja Organizada

Alguém deve cumprir a comissão de Cristo; alguém terá de levar


BS - Pag. 113  

avante a obra que Ele começou a fazer na Terra; à igreja foi dado este privilégio. Para isto ela foi organizada. Por que, então, não têm os membros da igreja assumido esta responsabilidade? Há os que têm visto esta grande negligência; eles têm visto as necessidades de muitos que estão em sofrimento e penúria; têm reconhecido nestas pobres almas aqueles por quem Cristo deu a Sua vida, e seu coração tem sido movido de piedade, levando à ação cada faculdade. Tomaram a si a obra de organizar aqueles que irão cooperar com eles em levar a verdade do evangelho perante muitos que estão agora no vício e em iniqüidade, a fim de serem redimidos de uma vida de dissipação e pecado. Testimonies, vol. 6, págs. 295 e 296.

Aqueles que se têm empenhado nessa obra de auxílio cristão, têm estado a fazer aquilo que o Senhor deseja que se faça, e Ele tem aceitado seus labores. O que se tem feito nesse sentido é um trabalho com o qual todo adventista do sétimo dia deve de coração simpatizar, e ao qual deve prestar seu apoio, nele empenhando-se zelosamente. Serviço Cristão, pág. 187.

<< Capítulo Anterior Próximo Capítulo >>