Livro - Vida de Jesus | Ellen G. White Books

Vida de Jesus

CAPÍTULO 12

O Bom Pastor

VJ - Pag. 75  

O Salvador caracterizou a Si mesmo como o bom pastor e aos Seus discípulos como o Seu rebanho. Ele disse: "Eu sou o bom Pastor; conheço as Minhas ovelhas, e elas Me conhecem a Mim." João 10:14.

Em breve, Jesus deveria deixar os Seus discípulos e disse isso para confortá-los. Quando não mais estivesse entre eles, deveriam lembrar-se de Suas palavras.

Sempre que vissem um pastor cuidando de seu rebanho, haveriam de lembrar-se do Seu amor e cuidado por eles.

Naquele país, o pastor cuidava de seu rebanho dia e noite. Durante o dia guiava-o às verdes e agradáveis pastagens, às margens do rio, através de colinas rochosas e florestas.

À noite vigiava-o, guardando-o do ataque de animais selvagens e de ladrões que sempre rondavam por perto.

Com ternura, cuidava das ovelhas fracas e doentes. Tomava os cordeirinhos em seus braços e levava-os no colo.

Não importava o tamanho do rebanho, o pastor conhecia cada uma de suas ovelhas e chamava-as pelo nome.

Do mesmo modo, Cristo, o Pastor celestial, cuida de Seu rebanho


VJ - Pag. 76  

espalhado pelo mundo. Ele nos conhece pelo nome. Sabe onde moramos e quem mora conosco. Cuida de cada um como se não houvesse mais ninguém no mundo todo.

O pastor ia adiante de suas ovelhas e enfrentava por elas todos os perigos. Deparava-se com animais selvagens e ladrões. Muitas vezes era morto enquanto guardava o rebanho.

Assim o Salvador guarda Seu rebanho de discípulos e vigia sobre ele, indo adiante. Ele viveu na terra, como nós. Foi criança, jovem e adulto. Venceu a Satanás em todas as suas tentações. Do mesmo modo podemos vencer como Ele venceu.

Morreu para nos salvar. Embora esteja agora no Céu, não Se esquece de nós um só momento. Guardará em segurança cada ovelha de Seu pastoreio. Nenhuma delas poderá ser arrebatada pelo grande inimigo.

Um pastor pode ter cem ovelhas, mas se uma faltar, ele não permanecerá no aprisco com as outras, mas irá em busca da que se perdeu.

Enfrentando os perigos da noite escura, debaixo de temporais, percorrendo vales e montanhas ele irá e não terá descanso até que a perdida seja encontrada.

E tendo-a achado, toma-a nos braços e a leva de volta ao redil. Não se queixa da longa e difícil busca, mas diz com alegria:

"Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida." Luc. 15:6.

Amor Universal

Assim, o divino Pastor não apenas dispensa seu terno cuidado com as ovelhas que estão no aprisco. Ele diz: "O Filho do homem veio salvar o que estava perdido." Mat. 18:11.

"Digo-vos que, assim, haverá maior júbilo no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove


VJ - Pag. 77  

justos que não necessitam de arrependimento." Luc. 15:7. Pecamos e nos desgarramos do redil. Ele veio para nos ajudar a viver uma vida longe do pecado. Isso é ser reconduzido ao redil.

Quando voltamos com o Pastor e abandonamos a antiga vida de pecado, Cristo diz aos anjos do Céu: "Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida." Luc. 15:6.

E o coro de anjos entoa cânticos jubilosos de louvor que enchem o Céu da mais rica melodia.

Cristo não nos apresenta o quadro de um pastor regressando triste por não ter encontrado a ovelha. Nisto está a garantia de que Deus jamais negligenciará nenhuma das ovelhas desgarradas do rebanho.

Nenhuma é deixada ao desamparo. Todo aquele que se deixa resgatar por Cristo experimentará a libertação do pecado.

Que cada alma desgarrada recupere a coragem. O bom Pastor está procurando você. Lembre que a obra de Jesus é buscar aquele que se perdeu. Isso se refere a você, também.

Duvidar da possibilidade da salvação é duvidar do poder redentor dAquele que o comprou por preço infinito. Deixe que a fé substitua a descrença. Contemple as mãos que foram traspassadas e alegre-se no poder da salvação.

Lembre que Deus e Cristo estão interessados em você e que toda o Céu está envolvido no trabalho de salvação dos pecadores.

Enquanto Jesus esteve na Terra, mostrou, através de Seus milagres, poder para salvar até os que haviam ido longe demais. Ao curar as doenças do corpo, mostrou que era capaz de limpar o pecado do coração.

Ele fez o coxo andar, o surdo ouvir, e o cego ver.


VJ - Pag. 79  

Purificou os miseráveis leprosos, curou o paralítico e os enfermos com todo tipo de doença.

Por Sua palavra até os demônios eram expulsos daqueles a quem subjugavam. Os que presenciavam Seus poderosos milagres maravilhavam-se, dizendo: "Que palavra é esta, pois, com autoridade e poder, ordena aos espíritos imundos, e eles saem?" Luc. 4:36.

Ao comando de Jesus, Pedro foi capaz de andar sobre as águas; mas, ele deveria manter os olhos no Salvador. Quando desviou o olhar, começou a duvidar e a submergir.

Então gritou: "Salva-me, Senhor!" (Mat. 14:30) e Jesus estendeu-lhe Sua forte mão para sustê-lo. Assim, ainda hoje, quando alguém clama por auxílio, essa poderosa mão se estende para salvar.

O Salvador ressuscitou mortos. Um destes foi o filho da viúva de Naim. Quando o cortejo fúnebre conduzia o corpo para o sepultamento, Jesus foi ao seu encontro. Tomou o jovem pela mão e fê-lo levantar-se, devolvendo o filho à sua mãe. Os que ali se achavam, voltaram para casa, gritando de alegria e louvando a Deus.

Assim também Jesus ressuscitou a filha de Jairo, e a Lázaro, que estava morto e sepultado há quatro dias.

Quando Jesus voltar à Terra, Sua voz há de soar poderosa rompendo as paredes dos sepulcros, e os mortos em Cristo hão de ressurgir para uma vida gloriosa e imortal, e estarão "para sempre com o Senhor." I Tess. 4:17.

Uma Obra Maravilhosa

Durante Seu ministério terreno, o Senhor realizou uma obra maravilhosa! Ele mesmo definiu essa obra em resposta a João Batista. João estava na prisão e sentia-se atribulado e desanimado pela dúvida


VJ - Pag. 80  

de que Jesus era, de fato, o Messias. Enviou então alguns de seus discípulos a Jesus, com a pergunta: "És Tu Aquele que estava para vir ou havemos de esperar outro?" Mat. 11:3.

Quando os mensageiros vieram à presença de Jesus, encontraram-No cercado de muitos doentes que estavam sendo curados. Durante todo o dia os mensageiros esperaram, enquanto Jesus estava incansavelmente ocupado em aliviar aqueles sofredores. Finalmente, disse a eles:

"Ide e anunciai a João o que estais ouvindo e vendo: Os cegos vêem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e aos pobres está sendo pregado o evangelho." Mat. 11:3-5.

Assim, durante três anos e meio, Jesus andou de um lado para outro fazendo o bem. Então chegou o tempo de concluir Seu ministério. Em companhia de Seus discípulos, deveria subir a Jerusalém para ser traído, condenado e morto.

Suas próprias palavras deveriam cumprir-se: "O bom Pastor dá a vida pelas ovelhas." João 10:11.

"Certamente, Ele tomou sobre Si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si. ... Ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas Suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o Senhor fez cair sobre Ele a iniqüidade de nós todos." Isa. 53:4-6.


VJ - Pag. 81  

Noventa e Nove

Noventa e nove ovelhas há, seguras no curral,

Mas uma longe se afastou do aprisco pastoral;

A errar nos montes de terror, distante do fiel Pastor,

Distante do fiel Pastor.

"Com tantas outras, bom Pastor, não Te contentarás?"

"A errante é Minha", replicou, "pertence-Me a fugaz.

Vou ao deserto procurar a ovelha que ouço em dor balar,

A ovelha que ouço em dor balar."

Nenhum remido imaginou quão negra escuridão,

Quão fundas águas que passou, trazendo a salvação.

E quando foi pra socorrer, a errante estava a perecer,

A errante estava a perecer.

"Por toda a estrada donde vens, que sangue enxergo ali?"

"Busquei a ovelha com dolor, o sangue Meu verti."

"Ferida vejo a Tua mão." "A angústia encheu-Me o coração,

A angústia encheu-Me o coração."

Vêm da montanha aclamações! É a voz do bom Pastor!

Ressoa em notas triunfais o salmo vencedor!

E os anjos cantam lá nos Céus: "A errante já voltou a Deus,

A errante já voltou a Deus!"

Elizabeth Cecilia Clephane

<< Capítulo Anterior Próximo Capítulo >>